Victor Belfort vai ao UFC 168 para assistir luta de possivel rival de perto

Luta de grandes Publicado em 12/11/13 - 22-47-52
Victor Belfort vai ao UFC 168 para assistir luta de possivel rival de perto
Vitor Belfort conseguiu com mais um chute – o terceiro seguido – impressionar os chefes do UFC. "O Dana White estava sem palavras", garante ele, sobre os bastidores do nocaute sobre Dan Henderson, no último fim de semana, em domingo. E, segundo o carioca, agora só o tempo o separa de mais uma disputa de cinturão, seu sonho maior.

Em entrevista ao UOL Esporte, o veterano afirmou que os chefões do Ultimate já pediram sua presença para acompanhar in loco o UFC 168, em Las Vegas, quando Chris Weidman e Anderson Silva farão a revanche pelo cinturão dos médios, hoje do norte-americano.

E o ex-campeão afirma que não tem preferência por rival. Mais que isso, torce para que, qualquer que seja o campeão, possa desafiá-lo no Brasil. "Quem quer que venha, dá para encher um estádio aqui".

UOL Esporte: Você esperava uma vitória tão rápida contra um rival que nunca havia sido nocauteado, como Henderson?
Vitor Belfort: Ah, eu esperava uma vitória. Mas minha característica é essa. A luta pode acabar cedo, ou mais tarde. O importante é você estar concentrado. Se você compreender que aquilo é o que treinamos no dia a dia. Aquele golpe treinamos direto. É saber antecipar. Olhando, parece rápido, fácil, mas são horas de treinamento. Ninguém sabe dos dias que acordo cedo, dos sacrifícios. As pessoas perguntam:"como foi"? Foi um trabalho duro, um trabalho de muita dedicação, e o resultado acontece. A vida é cheia de momentos, e o segredo é fazer com que eles sejam os melhores possíveis.

Já se fala como quase certa sua disputa pelo cinturão...
Ele (Dana White) já deu como certo, não tem opção. O Dana ficou chocado, ele ficou perplexo, dizendo: "não estou acreditando no que eu vi". Ele estava sem palavras e praticamente disse que a luta que eu pedir está dada. É o que conquistei. Eu sempre quis conquistar esta chance, não queria nada dado, e eu conquistei. Não tem nada melhor que isso.

Você tem duas opções de rival. O que vê acontecer agora em dezembro?
Eu só tenho uma opção, não duas. Eu quero o cinturão. Eu estou só com esta opção e estou esperando agora. Eu não antecipo os momentos. Se será contra um ou outro, isso não importa.

Você gostaria de fazer essa disputa de cinturão no Brasil, ou é hora de voltar a lutar nos Estados Unidos?
Eu acho que contra os dois poderiam ser lutas realizadas em estádios aqui no Brasil. Os dois combates seriam prazerosos para mim, o que vencer a disputa pelo cinturão lota qualquer estádio lutando contra mim. Eu estou numa missão. E não tem lugar melhor para lutar que o Brasil.

O UFC 168 acontece em Las Vegas. Você vai para lá assistir?
Eu vou sim. O Lorenzo quer que eu esteja lá. Ele e o Dana já me disseram que querem que eu vá para Las Vegas, para eu ver de perto meu próximo adversário.

E agora é hora de descansar, ou você já pensa em voltar aos treinos?
Vou ficar esta semana no Rio de Janeiro, e na próxima já volto para a Flórida. Minha vida é treinamento, tudo para mim é treinamento.
COMENTE COM E-MAIL REGISTRADO OU COM SUA CONTA NO FACEBOOK























Copyright © 2011 - 2013 Rede News Bahia.
Todos os direitos reservados